COISAS DA MENTE

À conversa com a Insegurança

À conversa com a insegurança emocional

[se estou a falar com emoções, é óbvio que se trata de insegurança emocional, mas o SEO diz que é melhor reforçar 🤷] Ricardo: Olá, Insegurança emocional [lá está]. Anda, que está tudo bem. Insegurança: De antemão, não sei se sou boa para isto… R: Naturalmente....
à conversa com a tentação

À conversa com a Tentação

[Lead me not indo temptation. Oh, who am I kidding? Follow me. I know a shortcut!  –  vai lá resistir à tentação] Ricardo: [em tom meditativo] Preciso de resistir à tentação; Preciso de resis… Sai para lá, Tentação! Que raio estás aqui a fazer?! Tentação:...
À conversa com a Cobardia

À conversa com a Cobardia

[que treta de conversa esta para tentar compreender a cobardia…] Ricardo: Então, tansa! Como é que é? ‘Tás boazinha ou não queres dizer? Cobardia: Antes de mais, receção deixa-me um bocado intimidada, sabes? Fico um pouco bloqueada. R: E que não fosse. Até...
À conversa com a Traição

À conversa com a Traição

[Lembro-me bem de ter tido esta conversa. Já foi há algum tempo. Aprender a lidar com a Traição é tudo menos fácil. Se esta conversa fosse hoje seria, certamente, muito diferente. Talvez voltemos a falar um dia destes…] Ricardo: Olá, Traição. Não te vou dizer...
À conversa com a Contrariedade

À conversa com a Contrariedade

[Aviso desde logo que já vou para esta de trombas!]   Ricardo: Olá, Contrariedade. Bem-vinda. Contrariedade: …. R: Contrariedade? Anda lá… C: … R: Contrariedade, estou a falar contigo. C: Não me apetece falar. R: Então o que é que te apetece? C:...
À conversa com a Culpa

À conversa com a Culpa

[Esta vai ser das boas… ou não!…] Ricardo: Olá, Culpa. Preferes Culpa? Responsabilidade? Autoria? Culpa: Acho que Culpa é o mais acertado. A Responsabilidade pode existir sem intenção, mas o meu propósito é massacrar pela intencionalidade. Tenho para mim que a...
À conversa com o Desapego

À conversa com o Desapego

(Há algum tempo aconselharam-me a falar com as minhas emoções. Bem mandado, assim fiz. Algumas conversas têm sido ótimas, outras difíceis, outras uma seca do caraças. Decidi colocá-las aqui.)   Ricardo: Bem-vindo, Desapego. É quase irónico receber-te. És mais...
como se cria uma pessoa racista?

Como se cria uma pessoa racista?

Como se cria uma pessoa racista? – Nota introdutória Acerca deste texto sobre como se cria uma pessoa racista, é importante esclarecer desde já que este artigo só pode ser lido por criaturas que consigam distinguir conceitos como compreender, aceitar, concordar,...
síndrome do impostor, fenómeno do impostor

Sofro da Síndrome de Impostor, o que é chato.

Sofro da Sídrome do Impostor e isso é chato. É chato, em primeiro lugar, porque se trata de sofrer e isso nunca é bom. Quer dizer, há quem goste, mas não é o meu caso. Depois, porque mete uma síndrome, que é uma palavra que nunca se sabe bem como pronunciar (síndrome,...